] quinta-feira, setembro 13, 2007
 
essa semana percebi. minha "síndrome das pernas inquietas" acontece durante o dia. é aquela angústia, uma coisa assim aflitiva, que me atravessa todos os dias, nos últimos tempos. vem se agravando. é um estado de canseira crônico, é um eterno e enervante desejo de sair de qualquer lugar em que eu esteja.

eu não durmo. não durmo bem, quando durmo. ou durmo bem, mas já acordo cansada. estudar a violência, a morte, o derradeiro momento... deve ser isso. estou cansada de ver imagens da violência.

o tempo todo sinto medo. o tempo todo o medo de perder. o medo de coisa ruim iminente. se coisas boas, o medo de que acabem.

mato a curiosidade e sinto um vazio que é imenso e muito angustiante. tenho pressa, muita pressa, e me aborreço quando fico travada. é como um sonho que tinha, recorrente, quando era pequena. eu chegava num lugar e tinha muitos e muitos livros e todos de graça e todos disponíveis pra mim. mas eu abria os livros e não conseguia enxergar. era como se uma gelatina bloqueasse a minha visão. ou, quando eu conseguia, gradativamente meu olho abria e eu acordava, sem conseguir voltar ao sonho e ao livro.

me dá um vazio e uma urgência, que é uma urgência de saber tudo e um medo de não conseguir dar conta de todas as coisas. parece um castigo, parece uma sina, é um fardo. é uma eterna sensação de que nada me preenche. que aquilo que me preenche vai esmaecer no lento abrir de olhos. ou, pior, que vai cair das minhas mãos quando eu finalmente pegar. mas nada nunca me preenche. eu descubro algo e não sinto a alegria que sinto pelo processo. sinto vazio.

e o medo de abrir os olhos, olhar pelo retrovisor, abrir uma janela, uma porta, olhar pela fechadura, e o olhar vai estar lá. o olhar que me aterroriza desde a minha infância.

[ Penkala ] 19:51 ] 3 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS