] quarta-feira, outubro 03, 2007
 


parece que tem um feriado aí, né?

fiquei sabendo ontem.

porque, né? que nem tu ligar prum amigo de fora e ele te dizer que é feriado e tu, num outro estado, trabalhando. tipo quando tu trabalha numa cidade, mora noutra, na TUA cidade é feriado, na do teu trabalho não é. uma coisa tipo assim genial.

mas enfim. tem feriado. né legal?

eu acho isso muito educativo.

tanto que a única música que me passou pela cabeça mês passado foi uma do green day, que eu nem gosto da banda, e ela diz ME ACORDE QUANDO SETEMBRO ACABAR. tipo, me acordaram antes, né?

se agosto foi daqueles de tomar nas prega sem cuspe, setembro foi pior. quatro prazos explodindo, todos na minha cara, e eu cumpri todos. que nem a rosa maria mota de portugal, sabe? roooooooooooooooooosamariiiiiiiia, de portugaaaaaaaaaal. ela mesma.

não vou ao cinema faz mais de três meses. não aparecia na locadora fazia um e meio. cabou setembro, literalmente, e eu tava lá finalizando artigo pra entregar no prazo, aquele que se explodia na minha frente. o escri cheio de livros marcados, abertos, de xeroxes sublinhados e dobrados e espalhados por todos os lados. nem lugar mais na bancada tinha. só papel.

consegui. tava convivendo bem com a possibilidade de esta semana ainda sentar pra ver um filme denoite e não ter que pensar em mais nada.

foi o marido falar em feriado que eu voltei pra realidade.

que ado, meu?

hein?

mais dois prazos mandando sms pro celular da tia, e que feriado? dois prazos batendo na porta quando a tia tá no banheiro. dois prazos ligando pro celular bem no meio do tchã-nã-nã. me mandando torpedos em papel de bala pelas minhas amigas. me mandando scrap animado e com música.

tou amarga, meu deus. doente eu fiquei faz uma semana. agora tou amarga. rabujando, toda santa manhã, que tou cansada. e tenho que entender aquele porra do foucault. pego o livro na biblioteca. as capas eu acho uma lindeza: a cara dele lá, estampada. careca, mas charmoso. estampado na capa do livro.

masaí eu vi numa delas o foucault com as mãos na cabeça, sabe? tipo "aimeusculhão!", ou coisa que o valha.



alguém deve ter perguntado numa palestra dele comé que se escrevia fou-cault.

e aí eu percebi

ahsifudê, né?

se o foucault surta... por que não eu?

(talvez porque eu seja uma doutoranda reles, claro. mas isso não tem a menor relevância)

[ Penkala ] 18:53 ] 10 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS