] domingo, fevereiro 24, 2008
 


o fim justifica o meio?

ok, eu me nego a fazer uma retrospectiva de toda a polêmica que BROWN BUNNY gerou em 2003, quando foi lançado. tanto que no Brasil mesmo o filme só chegou dois anos depois (nós, brasileiros, somos pessoas de moral e não toleramos, sem muita briga, que um filme com boquete explícito* chegue às nossas telas assim, no más, né não?). mas esse é um dos poucos filmes que, desculpaí, eu acho que fizeram por merecer a polêmica estúpida. bem no estilo perguntas idiotas merecem respostas idiotas, sabe como?

89 minutos de vincent gallo (que fez de tudo no filme, inclusive, pelo jeito, escolher o figurino, que é todo marrom, uma merda, quase literalmente), da negação à aceitação da perda da mulher (chloe sevigny), da negação da culpa à culpa total.

o pior de tudo é que no final, exatamente depois da muito besta cena do boquete, mais ou menos ali faltando uns 10 minutos pro filme acabar, o roteiro finalmente ganha alguma justificativa, e o argumento acaba se valendo. ainda que mega clichê, hein? desde O SEXTO SENTIDO até outros filmes mais melodramáticos, a questãozinha ATENÇÃO, VOU CONTAR O FIM DO FILME, SAIAM DA TELA AQUELES QUE NÃO QUEREM SABER de só revelar no fim que a pessoa tá morta é a coisa mais banal de se fazer. não que gallo eventualmente tenha pensado que, "ow, muito original fazer isso num filme!", mas se o filme do cara se paga (bem mal pago, diga-se) nesse final aí, por favor, então é mesmo bem fraquinho.

o filme todo é uma montagem de muito entediantes planos-seqüência em que o personagem de gallo está na estrada ou, em um momento lá que outro, seduzindo fugazmente mocinhas até dar nelas uns beijos e vazar de novo pra estrada. planos com desenquadramento imperam. o som é a coisa mais irritante que tem, porque é propositalmente baixo pra caramba. aí me irritei. porque se um sujeito faz isso, que é formalismo vazio, e se isso se torna formalismo cheio quando contribui pra narrativa, ok. mas fazer isso depois que mil já fizeram, e mesmo que isso até digamos que quem sabe contribua pra narrativa, é muito amadorismo. porque é possível notar que ele realmente pensa que tá fazendo cinema alternativo só por fazer esse tipo de opção estético-narrativa.

passei BROWN BUNNY quase todo num fast forward 2x ou 4x, assumindo já que eu tinha pago pra ver um filme só pra conferir a tal cena, o que, convenhamos, é muito idiota, já que acho que até um pornozão de fundo de quintal teria um boquete mais bonito (se bem que bonito não é bem uma palavra pra se aplicar a esse tipo de coisa quando tu não é o protagonista, mas enfim). chegou a cena e eu pensei, "putz, 'á tomar no cu, né? ô ceninha bem besta". discutiu-se a probabilidade de ser, aquele aparato, de borracha, visto que gallo esconde o resto dentro da calça marrom, mas mesmo que fosse de borracha (ainda acho que o que faz ele se esconder dentro da calça é a vergonha dos testículos... vai que ele tem só um...), qual a diferença? saber que a atriz tá ali abocanhando um troço de verdade ou não? que que tem? ela de certo já deve ter feito isso com seus namorados (não na frente de câmeras) e com o próprio gallo, com que já teve um relacionamento.

aí lembrei de vários comentários, à época, de como o gallo (não sei, mas agora o sobrenome tá parecendo bem apropriado, já que parece que ele fundou sua atuação no desempenho do próprio galo) fez o filme só pra fazer a ex-namorada lhe prestar um último servicinho de sopro. e o pior é que o filme não nega esse comentário da crítica. por isso, se alguém quiser ver, aviso: é muito, mas muito chato. não vale nem dois pila na locadora fuleira da esquina. e se for só pra ver boquete, melhor alugar um pornô. pelo menos a relação custo-benefício é mais justa e a chatura do resto do filme não interfere no clima que uma cena como essa possivelmente poderia criar.

[ * ] o brabo é que vai chegar um milhão de gente aqui procurando esse termo no google...

[ Penkala ] 12:47 ] 0 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS