] domingo, abril 20, 2008
 
Big Bother

ser a irmã mais velha tem talvez a vantagem de se receber todo o paparico dos avós e dos pais, de pegar os anos de maior preparo físico dos pais, talvez o financeiro também. talvez até tenha a vantagem do teu irmão mais novo te admirar e respeitar.

mas as desvantagens são muito, mas muito grandes. pensando como uma criança de 5 anos, tem a desvantagem de ter que abrir mão, ao mesmo tempo, dos pais, do quarto e dos brinquedos pra chegada de um serzinho que, veja bem, é a criatura mais chorona da face da Terra. e tem a desvantagem de ter que dar o exemplo ao irmão. primogênitos não podem errar em paz, porque isso é péssimo exemplo (não tem um dia que eu não tenha me perguntado por que meus bons exemplos nunca era seguidos pela caçula...). tem a desvantagem de tu ter que cuidar do irmão. mal tu pode com as tuas próprias calças e tem que ajudar o irmão a aprender matemática. mal tu pode arcar com as conseqüências dos teus próprios micro atos, e tu tem que levar de brinde as conseqüências dos atos do caçula, que faz merda porque é criança, mas principalmente porque ou o irmão não deu exemplo ou o irmão não ajudou a fazer certo. e tem o preparo dos pais. quando tu nasceu, teus pais tinham muito mais energia pra te acompanhar. mas o preparo psicológico deles era tão iniciante que, quando chega a vez do irmão caçula, eles já estão totalmente craques, enquanto contigo foi tudo no susto.

mas a maior de todas as desvantagens é que se sente o que é ser mãe antes mesmo de ser uma. tu é mãe com filho dos outros, o que é pior. e não tem essa de "não tenho filho desse tamanho!", porque quando se é irmão mais velho, é bem capaz de tu ter, com 30 anos, um filho de 25. o que, no meu caso, é isso aí. claro, filho com as desvantagens, porque as coisas boas não vem no pacote. tua irmã de 25 te dá trabalho, mas as coisas boas são porque a mãe e o pai não criaram ela pra louca (a compensação é que tu não tem que aturar a tua irmã de 25 porque é tua filha e nem sustentar porque ela ainda tá debaixo da asa. a irmã de 25 pode perfeitamente ouvir um TE RALA de ti, o que não é bem igual na prática se tu fosse a mãe). tua irmã de 25 te dá preocupação, mas tu não pode usar a boa e velha pedagogia da havaiana de pau pra dar um corretivo na guria.

além disso, tem a desvantagem de que tu sabe a maioria das merdas que a irmã de 25 faz, mas se tu fosse a mãe não saberia, porque a irmã de 25 jamais contaria certas coisas pra mãe.

e tu não dorme pensando que a irmã de 25 pode estar fazendo merda. e tu reza muito pra que ela tenha sorte, porque tu até rezou por juízo. mas tua mãe já pediu tanto por isso que quando chega a tua vez de pedir, acabou a mercadoria. então tu pede sorte. bêbados e nenês têm anjos em cada uma das extremidades, né não? irmãs de 25 deveriam ter também. porque ser irmão mais velho tem a vantagem de tu ser "a irmã legal da ***, a irmã de piercing e tatuagem da ***, a irmã punk da ***, a irmã que fala palavrão pra caralho da ***, enfim, a irmã radical da ***" mas isso só até um certo ponto. tu casou, saiu de casa, pagou conta de luz, e não interessa se tu ainda é punk, ainda tem tatuagem e piercing, se tu fala cada vez mais palavrão. porque agora tu é a irmã neurótica da ***, aquela que tem a preocupação histérica e neurastênica de como tu anda, uma vez que tu, afinal, faz experimentos químicos de adolescente, anda com gente boa e também com gente muito não recomendável, ainda esquece a chave de casa sabe lá onde, esquece de fechara casa quando sai e teima em abrir a vida e praticamente divulgar o código genético via satélite.

prazer, hein? eu sou a irmã neurótica da ***.

[ Penkala ] 13:07 ] 5 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS