] terça-feira, maio 27, 2008
 
requisitos pra uma vida moderna saudável e inteligente

recebi um mail agora, com um texto creditado ao L.F.V. (sempre ele!) e que já nem sei mais se é dele ou não. parece, mas...

bom, o texto fala sobre as exigências da vida moderna. parei pra pensar no tanto de coisa que não apenas nos exigem (esse "nos" fazendo referência a uma entidade assim chamada, digamos, de "a vida", "a sociedade" e talvez até "a pós-modernidade" -- bonito assim, tipo é hype culpar a pós-modernidade, embora essa vaca tenha mesmo culpa de muita coisa) mas que acabamos acreditando piamente que são de extrema urgência em nossa vida. seja lá quem for o autor, L.F.V. ou não, explica o motivo pelo qual às vezes eu sinto como se estivesse me afastando de mim mesma.

das vitaminas e afins
de repente temos tanta vitamina pra tomar ou ingerir via alimentos que eu não sei mesmo comé que as gerações passadas sobreviviam. pelos padrões de hoje, veja bem, eu teria sido uma desnutrida e carente nos anos 80. mas não basta ingerir essas vitaminas todas: elas precisam ser combinadas (rá: pensou que comendo beterraba com feijão iria ajudar o corpo com tanto ferro? si-fú, porque uma coisa anula a outra. porra, e eu adoro beterraba com feijão. fora que tem os agrotóxicos, que inviabilizam toda uma saturação de tomate, que eu adoro e faz bem verde, maduro, cozido e tudo mas que é um dos que mais concentra os veneninho. isso faz bem é pra quem vende orgânicos. pós-moderno em dia tem que ser sócio da banquinha dos orgânicos. eu adoraria, pena que é caro pra chuchu.

do evitar morrer jovem
o chá verde. uma onda de chá verde. tudo quanto é gente que pretende viver tanto quanto os japoneses há que tomar chá verde. e tem que tomar mesmo. e sem açúcar. além de água, que tem que mandar dois litro disso pra dentro da pança por dia, e além de mijar a água toda. chá verde e muita água por dia te livra, talvez, dum infarto, dum derrame por causa da pressão alta, da própria pressão alta e, olha que lindo, das pedras nos rins. e também faz bem pra pele. e limpa as tripa. e faz bem porque faz os rim funcionarem e não permite, ô, deus, que tu morra envenenado com o próprio mijo estocado lá, cheio de veneninho. eu adoro água, mas da de PoA não dá pra tomar. então há que ser mineral, comprada no super. chá verde não rola. mas água é uma beleza. o problema é que eu não sinto sede. tenho que botar post-it no célebro, porque, bom, não lembro mesmo. e aí também não mijo. e pra mijar é uma coisa, porque eu morro de pregui. pelo jeito, também morrerei de pedra e veneno.

bom, mas muita cebola e alho eu como. meu coração agradece, mas as pessoas que falam perto de mim, não.

e aspirina pra previnir infarto? ok, né, eu previno o infarto e morro de dor de estômago. colé o pior? talvez chá verde dobrado ajude...

um copo de vinho tinto. beleza. não gosto, mas se gostasse seria uma mão cheia pra botar pra andar o alcolismo dos gens.

há que se ter fibra
sempre, pras tripa não congestionarem. e sementes. e grãos. prova disso é que pão com fibra é caro horrores no super. mas bom, né? comidas com casca resolvem alguns desses problemas. e alpiste. em breve vou estar atacando a comida da pandora. e 6 refeições balanceadas ao dia. muita mastigação. pergunto se que fez essa lei tinha noção do que é a rotina de trabalho de um ser humano normal. porque ou tu paga pelas refeições e pelas barrinhas e pelas coisinhas todas, e pelo tempo que tu fica mastigando, digerindo, preparando esse troço todo, ou tu vive pra comer. atração especial do circo: a mulher que mastiga.

12 problemas bucais
inventaram mais merda pra gente comprar mais besteira nas partilera de coisas bucais. porque ô criaturas pra terem pobrema nos dente! e pra cada problema uma porcaria industrializada pra te ajudar a evitar. e tempo pra evitar. que plax custa caro e exige tempo. fio dental nem é tão caro, mas exige tempo. e pasta de dente com a solução pros 12 problemas bucais é 3 pila ou mais. no fim, tu usa tão pouca pasta -- pra popá dinheiro -- que nem 4 dos 12 problemas tu combate...

sono e outras coisas secundárias
oito horas de sono como, se o trabalho te exige umas 12 (computa aí o trânsito, as horas extras e a tomada no cu que é o serão que não te paga hora extra)? e o lazer? como, se o sono te rouba pelo menos umas 6 (sortudão, né? 6 hora de sono é pros que podem!)? porque mijar, mastigar, engolir água e combinar vitaminas te toma um bruta tempo do caralho! e tu tem que te informar. ser informado é o novo preto. e além de tudo isso (é a parte que eu mais gosto do texto que talvez seja do L.F.V.) tem a vida sexual super em dia. cortar as unhas, escovar os dentes, tomar banho, vestir uma "roupa de baixo" limpa e não rasgada e ter o coração cheio de amor não é, definitivamente, suficiente pra uma pessoa pós-moderna com vida sexual ativa. aliás, veja que pra comprar calcinha tem que ter tempo, né? pra cortar unha também. o que já conflita com toda a mijança e mastigação.

coqué dia tou mastigando sabe lá o que e fazendo ducha dourada. blé.

[ Penkala ] 11:08 ] 5 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS