] sexta-feira, agosto 15, 2008
 
Got a devil's haircut in my mind

bastou essas análises e o bando de livros que eu ainda tenho que ler começarem a me endoidar e de repente há toda uma urgência homérica por cortar meu cabelo. é sempre assim. eu e minha demência por mudanças.

quando eu era criança, e geralmente meu maior problema era com a aula de matemática, a hora de "declamar" a tabuada pro meu pai, a prova de matemática ela mesma ou qualquer coisa que envolvesse a mim, aos meus pais e uma cagada (o que também incluía, com certeza, as notas baixas em matemática), eu sonhava ou desejava muito-muito que algo acontecesse e mudasse toda aquela situação. tipo uma visita inesperada tocar a campainha. ou meu nariz começar a sangrar e eu ter que ir pra enfermaria e não precisar fazer a prova (ou, ainda melhor, não precisar assistir à aula, porque a prova, desgraçada, eu teria que fazer noutro dia mesmo).

diz aí, leitor com formação em ciências da psicologia mental humana das pessoas, isso não é histeria, né?

(muito medo da histeria, sabe? medo mesmo. quase tão patológico quanto a própria psicose histérica. deve ser de pavor de ser como algumas de minhas ancestrais mais próximas, nas quais eu sempre quis dar uma tunda quando davam piti)

quando adolescente, e vejam que adolescente tá sempre passando por maus bocados, né?, era me sentir chateada com alguma coisa que eu logo me propunha um desafio. alguns mais outros menos difíceis, mas eles sempre envolviam mudar as coisas de lugar no meu quarto. ou mudar o próprio de lugar.

(por isso, talvez, eu tenha adquirido tamanha força muscular. porque sempre que a urgência me atingia, era PRAQUELE MOMENTO, estivesse eu fazendo o que estivesse, incluindo aí estudar pra uma prova de matemática, e isso sempre envolvia ter que fazer eu mesma a mudança toda)

nesses pitis de mudança eu já construí prateleiras improvisadas pro meu quarto; já transformei o quarto que dividia com minha irmã em dois, usando estantes como parede; já, inclusive, transpus a barreira de um quarto de depósito e um quarto de costura pra poder, num dia apenas, fazer um quarto só pra mim.

a primeira vez que ganhei alforria do quarto dividido com a irmã foi num 7 de setembro. meu pai, de saco cheio de tanto me ouvir pedindo e torrando a paciência por causa dum quarto só pra mim, me respondeu: pois bem, então vais ter que esvaziar e arrumar o quarto do meio (era o quarto depósito, vulgo quarto da bagunça) e fazer a mudança sozinha. ok, meu pai NÃO USOU pois bem. mas a frase é dramatizada, tá?

eu tinha 16. escrevia meu "primeiro" livro numa olivetti. queria pintar a bandeira do reino unido na parede (fã de Beatles, sabe?) e queria o meu próprio quarto. meu pai achou que eu ia dar pra trás diante da trabalheira. mas eu fui lá e fiz tudo sozinha, aproveitando o feriado pra mudar de vida.

depois foi quando me formei. logo depois de entregar a monografia eu mudei de quarto de novo. sozinha. tava precisando me desentoxicar de ver 2001, Uma odisséia no espaço MAIS DE 20 VEZES.

aí, depois que eu me livrei do cabelo que ía abaixo da bunda e que não propiciava muitas mudanças, comecei a transferir toda a minha ansiedade pro cabelo (não tinha, também, mais quarto pra onde me mudar, né? e nem muitas opções de mudança dentro do mesmo quarto). e foi assim que me tornei a mocinha que tem uma cor de cabelo a cada dois meses (nem tanto! já fiquei 3 meses com a mesma cor!).

e agora, deixando crescer o cabelo há mais de ano, depois de um trabalhão pra suportar o demorado estágio cabelo-abajur usando micro-piranhinhas coloridas, agora que já consigo prender o maldito num rabo de cavalo, eu quero cortar.

preciso.

estou com a mão coçando.

porque se antes minha ansiedade se acalmava depois que eu pegava a tesoura e dava umas aparadas, agora a coisa é bem mais complicada. porque eu quero um corte complicado, que exija um cerumano olhando pro que tá fazendo na minha nuca.

só porque tenho três artigos precisando ficar prontos e um projeto de tese agonizante.

só por isso.

[ Penkala ] 16:56 ] 0 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS