] segunda-feira, agosto 18, 2008
 
quando a gente tá mestrando, ou doutorando, a loucura acaba imperando nos menores detalhes. no fim, a metodologia não fica restrita à pesquisa em si, mas ao processo de leitura, ao modo como organizamos as informações... (fuja quando o método atingir as atividades diárias no banheiro, o lavar a louça semanal, essas coisas) mas eu tenho certeza: se alguém está me vigiando com uma câmera sem eu saber (oi, Foucault! tudo bom, amiguinho?), devo estar parecendo um carimbador maluco, apesar de não exatamente carimbar. papéis, papéis, anotações, tantos números!

eu leio os livros e, se forem meus, sublinho aquilo que eu acho importante ou interessante. chego ao extremo de fazer anotações neles mesmos, como se conversasse com aquelas pobres páginas rabiscadas. EU COMPREI VÁRIAS CANETAS COLORIDAS, DE MODO QUE, APESAR DE MACULAR OS LIVROS, faço isso sempre com cores que respeitem o layout da capa, E COM CORES DIFERENTES PRA PODER DIFERENCIAR, NUMA PÁGINA, O QUE EU SUBLINHO PRA TESE E O QUE É IMPORTANTE PRA UM ARTIGO APENAS (ponto, me interna). se não são meus, eu loto o livro de post its coloridos (hábito que não abandono porque até o MICHEL MARIE ELOGIOU/FICOU SURPRESO. ponto, me interna MESMO!). depois eu sento e, com uma prancheta (dos tempos de anotações em pé de assessora de imprensa) segurando não menos que 120 páginas de almaço, passo pra elas, anotando no sistema AUTOR-DATA, as coisas importantes como palavras ou expressões-chave e, do lado, a página onde está isso no livro. nas mais importantes, tasco logo uma exclamação circulada.

um sistema de fichamento de leitura pouco ortodoxo mas bastante eficaz.

nas 50 e poucas páginas onde anoto AUTOR-DATA-PÁGINA-PALAVRA-CHAVE também tenho milhões de parênteses com um "eu" escrito dentro, onde faço alguma digressão (nos moldes do querido BAUMAN) ou alguma observação importante a respeito de um conceito ou coisa que o valha. em outros "(EU)" tem coisas mais sérias, coisas que eu penso que sejam grandes insights, e que provavelmente não passem, a maioria, de besteira (ou, dependendo da hora em que anoto, alucinação devida ao cansaço).

depois de tudo isso, e com o calhamaço de almaço na mão, organizo uma por uma das anotações num sistema de planilha onde registro: PALAVRA-CHAVE / LIVRO / PÁGINA / OBSERVAÇÃO

assim, penso eu, vou vencer essa loucura de não sei quantos artigos e mais a qualificação pra entregar em novembro. penso eu, repetindo. PENSO EU.

ponto final, me interna HOJE!

[ Penkala ] 15:46 ] 3 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS