] quarta-feira, setembro 17, 2008
 


tão diferentes e tão importantes que eu jamais seria capaz de falar deles aqui assim, só numa passada. vou ficar devendo um texto melhor elaborado sobre



e sobre esse filme, que é véio, e eu comprei porque faz parte da minha tese:


Um filme para Nick

e nem sobre esse, que fui ver ontem:




só um breve comentário mundano:
ir pro Cinemark meia hora antes pra pegar lugar estratégico pra não ficar birolha vendo o filme (e pra poder ver tudo, sem ficar como se tivesse assistindo à prova de tênis de mesa, nas Olimpíadas) não dá. durante meia hora tu fica sendo submetido à maltida "rádio" Cinemark/Trama. quem, meu deus, quem disse pra esses porra que aquelas músicas prestam, cacete?

aí tu vai pra sessão das 22h30, porque é a única que dava pra ir porque tu chegou 20h30 da aula, e aí tu fica 20 minutos, vinte-e minuto-os vendo propaganda. propaganda. de carro, porra! dois trailers e o resto todo daquelas porra de propaganda, caralho! o ingresso já é bem caro, né não? e se eu quiser ver propaganda, eu vejo na porra da minha TV em casa, onde tem mais tempo de propaganda que de programas. eu tou num cinema, caralhos! eu quero ver filme. quero ver trailer, no máximo. eu aturo até aqueles avisos do cinema, porque infelizmente ainda é necessário avisar aos otários que desliguem o celular, não falem durante o filme e ponham a bosta do lixo dentro da lixeira. mas quase 20 minutos de propaganda? pro filme começar quase 23h?

e aí que ontem era dia de namoradinhos irem pro cinema pra ficarem se amassando.

nada contra, é óbvio, namoradinhos no cinema. é o conceito que me irrita, sabe? namoradinhos que vão ao cinema como parte daquele programinha idiota de namoradinhos. porque só quem eu pego nessas sessões é namoradinho que vai ao cinema pelo clichè. porque eu, enquanto namoradinha, adoro um cineminha. mas eu vou pra ver o filme. se for pra amasso, eu pelo menos fico quieta. porque amasso ocupa a pessoa, sabe?

mas não, primeiro um casalzinho clichè na entrada da sala. o cara comenta, olhando pra TV que passa o trailer de VIAGEM AO CENTRO DA TERRA: "a gente deveria era ter vindo ver esse!". ele tava indo ver o que? ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA, claro. e ficou falando merda, claro.
depois foram os dois casaizinhos clichè atrás da gente. o bem atrás ficava comentando coisas imbecis em voz alta e prevendo coisas. outro, mais afastado, fazia parte da classe que, se sabe que eu vou ao cinema, vai atrás. não tem sessão em que eu não pegue o tipinho "namorado fortinho, namoradinha paty". a namoradinha paty sempre fica falando merda e reclamando de tudo. e no fim, feixa um monte de porcaria no chão e nas cadeiras, porque ela não entendeu onde fica a lixeira.

então desculpa, Saramago, se eu sujei esse post falando de coisas tão terríveis. se bem, né?, que com esse filme, e com o teu livro, tu só me dá razão: seres humanos são capazes de muita merda. sempre.

[ Penkala ] 19:43 ] 0 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS