] quinta-feira, outubro 02, 2008
 
depois não querem que eu fique puta

é noite. tu recebe um mail do rh da instituição de ensino onde tu trabalha. no subject, o histérico: "Re: Fw: En: ENC: Fw: FW: URRRGENTEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!]"

sem me dar conta dos "
Re: Fw: En: ENC: Fw: FW:", abro o mail, já achando que foi alguma merda lá com meu contrato ou é alguma coisa referente ao evento de sábado ou o que seja. se bem que esse "grau" de urgência em geral é pra "o mundo vai acabar em 5 minutos".

depois de ler uma mensagem inteira com tranqueira de protocolos de e-mail, vejo o anexo, com o mesmo nome do subject, do qual eu já começo a desconfiar de qualquer coisa, menos uma urgência de verdade. menos ainda uma urgência institucional.

repito: e-mail do rh da empresa. usando meu endereço que está na lista de funcionários. o mesmo e-mail que me manda informações sobre documentos importantes a entregar e coisas assim.

o marido programador em casa é sempre a primeira ajuda que chamo, já que o arquivo eml abriu um código enorme e incompreensível.

ele detecta o nome do arquivo mal anexado: "bebezinha.jpg".

conjecturamos, os dois, solitários em nossa putice da cara com esse tipo de coisa oito da noite duma quinta feira, que poderia ser:

a) uma bebezinha que sumiu e os pais estão desesperados (é, eu sei, é triste, mas a grande maioria dessas coisas são boatos e criações de quem não tem o que fazer e ri e tem orgasmos sozinho pensando nas pessoas que realmente ficam preocupadas em acudir);

b) uma bebezinha que tem uma doença raríssima e precisa de um montante absurdo de dinheiro pra se curar (ídem ao parêntese anterior);

c) a foto é de uma bebezinha linda e a urgência envolve algum tipo de palhaçada do gênero "mandei esta mensagem só pra dizer que a vida é bela e que eu gosto de você".

aí eu faço o que?

a) eu respondo educadamente dizendo que e-mails institucionais não devem, não podem ser usados pra esse tipo de mensagem?

b) eu digo o quanto essa pessoa está colaborando com o entupimento dos servidores e o espalhamento de vírus estúpidos ou hoaxs nojentos usando o outlook e mandando mensagem com o destinarário aberto pra meio milhão de pessoas?

c) eu respondo didaticamente dizendo o quanto eu não desejo que meu e-mail, informado pra instituição pra fins profissionais e trabalhistas, seja usado pra esse tipo de coisa, principalmente se esse tipo de coisa acarreta o atulhamento da minha caixa de e-mails com uma série de mensagens que passarão a chegar aqui pelos redirecionamentos e pelos disparadores de vírus e etc.?;

d) ou eu escrevo ironicamente dizendo:

"fulana,

não consegui abrir o anexo e nem encontrar o texto da mensagem, mas estou preocupada com a urgência. podes me adiantar o que seria?"

não precisam responder. porque vocês já sabem que eu escolhi a alternativa "d".

porque se eu tivesse um botão do foda-se mais visível, maior e mais perto da mão, eu seria medieval nas opções de ação.

UP DATE: a resposta veio em seguida. um e-mail foi recebido e solicitaram que fosse repassado sobre um bebê que tem um problema e precisa fazer uma cirurgia. eu aposto que é uma foto de um bebê qualquer, retirada de um site de imagens de doenças bizarras, ou que esse e-mail rola há anos na internet. há tantos anos que ou a criança fez a cirurgia e está bem e aprendendo a ler já ou a criança já faleceu faz alguns anos porque a cirurgia não deu certo.

parece cruel da minha parte, né? mas já se perguntaram se isso realmente ajuda quem precisa? alguém já foi comprovar se a criança em questão existe? pois eu recebo mails assim há cerca de 12 anos. desde quando fiz um e-mail. e só este ano recebi dois e-mails sobre situações parecidas que lembrei claramente de anos e anos atrás. ninguém fica muito, mas muito puto com esse tipo de bizarria e histeria e proliferação do pânico/pena/culpa pelos e-mails?

eu fico.

antes da internet crianças eram curadas por cirurgias pagas por mobilização que sequer envolvia os correios. os pais pediam na TV, faziam pedágio, rifa. outras crianças também morriam porque não conseguiam fazer a cirurgia/o tratamento a tempo.

mas o que me irrita é as pessoas não saberem usar a internet. têm um endereço de e-mail institucional e usam isso inclusive pra trocar mensagens pessoais e espalhar baboseiras pra todos de sua lista. sua lista, leia-se, sua lista que inclui e-mails de funcionários da instituição.

[ Penkala ] 20:19 ] 0 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS