] quarta-feira, dezembro 30, 2009
 
eu te pergunto, vida, por que a ironia? por que o sarcasmo? por que nos pegar fracos e fazer a gente escolher entre coisas tão difíceis? por que, vida, nos fazer dar risada num dia pra que isso sirva como lembrança triste no futuro? por que tornar as coisas mais difíceis do que são? por que nos fazer de cachorro e pegar nosso coração e jogar longe, bem longe, pra ele cair justo no último lugar onde deveria?

por que, vida, brincar assim com as pessoas? por que atordoar, por que prometer futuro, por que jogar fagulhas, por que, vida, acordar a gente, se não é dia de jogo? por que a injustiça com quem só tenta ser feliz? por que Jorge enfia a espada à dois milímetros do coração do Dragão e vai embora?

eu queria uma mágica. que o reveillon fosse uma passagem. uma passagem pra outra vida. eu já morri, eu já agonizei, eu já ardi em chamas tanto que acostumei com a dor. me bota num corredor, vida, um corredor branco. me entrega meus pertences num envelope, alguns dinheiros pra eu pegar o ônibus, e me abre logo essa porta que eu sei que existe. se nas festas de fim de ano até a NET faz a caridade de abrir os canais especiais pra todos os assinantes, por que não me dar uma forcinha, vida? uma forcinha pra eu nascer, né? pra eu sair deste limbo e nascer pra outro mundo. prometo que, a menos que tu me faça encarnar num palestino, eu vou ser feliz.

[ Penkala ] 17:47 ] 0 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS