] segunda-feira, janeiro 04, 2010
 
às vezes eu queria saber por que é tão difícil estar sozinho. por que dói tanto ser sozinho? por que se sente um vazio tão grande estando sozinho? a resposta é uma idéia tautológica, que diz que é difícil porque não se está com alguém, e dói porque não se está com alguém, e é vazio porque não se está com alguém.

porque não se quer ir todos os dias aos mesmos lugares, e nem todos os dias olhar pra mesma cara, e nem todos os dias ter a obrigação de encontrar. mas a vida é mais fácil quando se tem a opção de, na distância da ligação de um celular, ou uma mensagem de gtalk, combinar de ir ao mesmo lugar, e olhar praquela cara, e encontrar. é difícil estar sozinho porque o mundo é grande e a gente não dá conta dele só com um coração. pra falar do mundo, eu não posso estar sozinha. e, acreditem em mim os descrentes e os petrificados, porque eu tenho um mundo inteiro de que falar e ele pesa tanto que mal consigo respirar.

dói muito ser sozinho porque se respira curto, se dorme apertado, se toma banho correndo e se come apressado. dói ser sozinho porque se vê um filme e o filme machuca, e se lê um livro e o livro machuca, e se vive a vida e a vida machuca. a irritação que causa uma mão estranha na tua cintura, um abuso desses em qualquer lugar, é porque dói. dói que não seja a mão íntima na tua cintura, uma invasão pedida, um abuso consentido, um pulso que se necessita pra segurar por um segundo a cintura que quer andar. segurar e dizer que as pernas fiquem aqui, porque se está seguro, não se está sozinho. que fique aqui porque se quer. dói ser sozinho porque o dia esmaga os nossos ossinhos todos e não tem como deitar a cabeça num ombro e suspirar. dói estar sozinho porque se quer tanto ser feliz mas ser feliz sozinho não deixa a gente lembrar dos sonhos. e nem saber do que se falou no meio da madrugada, entre um sono e outro.

porque é vazio, e é vazio porque a falta nos enche de nada, nos preenche de ausência, nos infla os pulmões de um ar gelado e nos larga no escuro no meio dum descampado. o vazio dá medo porque é a maior quantidade de nada que pode nos cercar. e porque no mesmo escuro, não estar sozinho é um suspiro, e no descampado, privacidade. e o ar gelado, não estando sozinho, é um vapor que desenha o ofegante e, no choque com o calor, se desmancha nas superfícies.

não é difícil porque não sei cozinhar, mas porque comer sozinho é triste. não porque não pago minhas contas, mas porque não quero investir num futuro sem amor. não porque tenho medo, mas porque tenho medo de sentir medo e não poder desfalecer. não por não saber trocar a lâmpada, mas porque a luz é totalmente desnecessária quando já conheço tudo o que me cerca. não porque eu seja burra, mas porque a minha ignorância é sempre aquilo que outro alguém pode me ensinar.

dói porque chorar cansa. e dói porque a dor sem a mão que consola no "there there" nunca alivia. dói porque o mundo não tolera minhas bobeiras, mas alguém deveria achar todas elas bonitinhas. dói porque minhas piadas nunca podem ser internas, e dói porque descansar no peito de alguém me livra de ser tenente, tenaz e atenta o tempo todo.

e o vazio é quando não se pode partilhar nossas convicções com quem te faz café de manhã, não se pode admirar o coração de outra pessoa, e nem olhar pra dois olhos fechados de madrugada e pensar que são os olhos da pessoa mais legal deste mundo. vazio de não poder descansar na partilha de outra pessoa as indignações, não se pode desvanecer uma raiva na concordância de outra pessoa, não se pode discordar de alguém de quem se ache razoável continuar discordando porque a concordância é muito maior. vazio porque não se tem com quem dividir a insônia, a dor de estômago, o gosto pela decoração dos anos 60, o sentimento de fracasso quando se estuda menos do que se deseja, a preocupação com a idiotice alheia, a tentação do sorvete, a piada sacana que nem todo mundo compreende... é vazio porque ninguém preenche aquilo que precisa ser preenchido. nem o espaço, nem o que é maciço.

e porque eu não sei, eu vou dormir ignorando. enquanto a simples presença de alguém insone por aí poderia me responder.

[ Penkala ] 01:44 ] 2 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS