] domingo, agosto 08, 2010
 


que que a gente pode falar de bonitinho de pai? não sei o que falar desse sujeito.
ele era o cara mais forte do Universo. até eu ficar quase tão forte quanto ele.
ele era tipo o maior do mundo, até eu chegar quase à altura dele.
o cara mais certo do mundo, até que eu vi que ele errava.

só que não importa, porque ele continua sendo O CARA.

ele é O CARA que não come moranga mas senta calado, come minha sopa de moranga, repete, e diz que tá muito bom. ele é o cara que me catava do meio do mar quando eu fazia a asneira de ir aonde não dava pé e assoprava forte na minha cara pra eu respirar rápido. é o cara que me ensinava matemática. e que apesar de eu ter batido com o carro enquanto ele me ensinava a colocar o dito na garagem, não falou nada. a não ser, claro, os trezentos "freia! freia! freeeeeeeeia!".
ele é o cara que não concorda com as minhas tatuagens, mas não me questiona (a não ser quando ele pergunta que tipo de canetinha eu usei, que não sai nem com banho). é o cara que se eu disser que preciso de algo, vai até o fim do mundo pra conseguir pra mim. é o cara pra quem eu minto sobre muitas das coisas que quero, porque se depender dele, ele vai e consegue pra mim também.
essas coisas a gente não transforma em coisinhas bonitinhas pra se dizer no dia dos pais.

[ Penkala ] 20:47 ] 2 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS