] terça-feira, outubro 12, 2010
 
Escola Tarantino de Cinema

eu acabei de ver um dos filmes da tese. nem sempre é fácil estudar cinema. primeiro que tu passa a ver os filmes com outros olhos e, quando vai ver filme por diversão, não consegue. a não ser que seja uma grande asneira. é difícil porque chega um momento em que tu não tem mais vontade de ver filmes. parece que eles perdem a graça. e, uma das piores coisas: ninguém mais te convida pra ir ao cinema. a não ser teus amigos nerds que gostam de ouvir o que tu tem pra dizer (o que às vezes acontece no meio duma cena). ninguém te convida também porque acha que tu vai julgar o filme e, portanto, toda a situação. pessoas começam a ficar com medo de te convidar pra ir ao cinema ou pra ver filme na casa delas ou, pior, de comentar sobre algum filme numa conversa informal. porque acham que tu deve achar o filme que elas gostam uma asneira. e não consigo convencer ninguém de que não tem nada errado em as pessoas gostarem de EU, EU MESMO E IRENE (eu mesma adoro o filme) ou de que eu não sou fã de cinema iraniano.

eu acabei de ver um filme pra tese e me dei conta de que tudo o que sei sobre esse filme, eu acumulei em mais de 25 anos de estudo na Escola Tarantino de Cinema, que começou a funcionar nos anos 60, mais ou menos. entrei na ETC por volta de 1983 e desde então eu não tenho férias. como todo o nerd, aliás, que curte estudar na época em que não está em aula (férias, feriados, etc). claro que nos primeiros 10 anos mais ou menos foi mais leve. mas foi, como em toda escola comum, um período de aprender as bases e acumular conhecimento. é uma parte importante, porque são coisas que depois tu vai usar nos níveis mais avançados da Escola. que nem quando tu aprende as primeiras reações químicas no colégio normal. ou o que é denotação e conotação. ou o que é o coletivo de abelhas. ou sobre as leis de Newton. em geral tu acha que tá lá pra brincar com os amiguinhos e que essas coisas todas nunca vão te servir de nada. só descobre que a coisa serve, sim, quando tu tá numa enrascada e lembra de alguma lei da física ou algo que o valha, tipo a capilaridade, e isso te salva.

depois o nível fica mais complicado, e é quando tu decide o que fazer com aquele conhecimento todo. e depois fica ainda mais complexo. porque é quando tu começa a ser fodão na área. e aí, um dia, tu vira professor da Escola Tarantino de Cinema.

a Escola tem esse nome em homenagem a um de nossos estudantes mais brilhantes, o Quentin Tarantino. ele é um dos que optam pela prática, e vão fazer realização. eu sou do grupo da teoria. tudo o que o Tarantino faz nos filmes dele ele aprendeu na nossa Escola. e tudo o que eu ensino ou sobre o que escrevo, aprendi lá também.

eu acabei de ver um filme pra tese. e com certeza meus mais de 25 anos na ETC me deram conhecimento pra olhar esse filme e compreender muitas coisas importantes. uma é que - e isso não tem a ver com palpite ou suposição, mas com ciência, reflexão e argumento - o filme não é um documentário de verdade, mas uma simulação. a outra é que este filme é o exemplo clássico da narrativa do herói adaptada ao clássico argumento cinematográfico norte-americano. e a outra coisa é que todo filme precisa respeitar uma estrutura e uma linguagem pra ser compreendido. os documentários têm licença pra desrespeitar essas regras, embora respeitem regras próprias - muitas delas muito mais rígidas, mas nenhuma delas preocupada em manter o total entendimento de todos os códigos. uma das leis que todos os documentários respeitam tem a ver com algumas das leis mais sérias do jornalismo, como a preocupação em informar e captar os acontecimentos, mesmo que de forma precária.

pois bem: o filme é SEPTEM8ER TAPES (ou ENCONTRO FATAL) e não, não é um documentário. dá pra saber isso se tu observar os créditos finais, onde aparece equipe. mas durante o filme, quando tu é treinado na ETC, tu descobre por indícios muito claros.

é divertido fazer essas análises. per se. mas nem sempre. e o pior: a gente não sai nunca da ETC. nem o Tarantino tem essa mamata.

[ Penkala ] 17:40 ] 1 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS