] sexta-feira, março 18, 2011
 
nunca mais vai ser o mesmo. acostume-se com isso. nunca mais a confiança pode ser a mesma, nem a cegueira. nem a entrega. nem o apego. nunca mais vai ser a mesma coisa e quando tu te der conta de por que, vai dar raiva. porque apesar de todos os machucados, tu é obrigado a seguir em frente. mas cada machucado desvia tua rota um pouco. muda lá o íntimo, muda lá dentro, muda bem fundo. te transforma num monstro repleto de cortes fundos e cicatrizes horrendas. mas um monstro de resistência. um monstro de superforça. e não há nada que assuste mais que alguém que já muito sofreu. porque é uma coragem diferente. é uma coragem de quem sabe que pode sobreviver.

até o dia em que tu encontra paz. dentro e fora do teu coração. até o dia em que tu encontra uma posição confortável. na cama, dentro de ti, no banco do ônibus. pra dormir. até o dia em que tu consegue fechar os olhos e dormir profundamente sem medos, sem estar pronta pro sobressalto, sem medo de expôr tudo. até o dia em que tu parece ter voltado de viagem e finalmente chega em casa e percebe que na verdade não esteve em casa esse tempo todo. até o dia em que tu olha no olho da vida e não fica com medo a ponto de desviar o olhar. até o dia em que tu pode finalmente sentar, tirar os sapatos, tomar um banho e dormir sem medo de que o amanhã chegue.

[ Penkala ] 18:08 ] 2 comentários

 
eu uso óculos




CLICA QUE VAI:
www.flickr.com
Penkala's eu, casa & coisas photoset Penkala's eu, casa & coisas photoset

BLACK BIRD SINGING:

Get Firefox!








Powered by Blogger


RSS